Pular para o conteúdo principal

Mateus 5:21-32 - Digitando e meditando a Bíblia



            Primeiro, a reconciliação; depois, o sacrifício.
21 Ouvistes que foi dito aos antigos: Não matarás ; e: Quem matar estará sujeito a julgamento.
22 Eu, porém, vos digo que todo aquele que [ sem motivo] se irar contra seu irmão estará sujeito a julgamento; e quem proferir um insulto a seu irmão estará sujeito a julgamento do tribunal; e quem lhe chamar: Tolo, estará sujeito ao inferno de fogo.
23 Se, pois, ao trazeres ao altar a tua oferta, ali te lembrares de que teu irmão tem alguma cousa contra ti,
24 deixa perante o altar a tua oferta, vai primeiro reconciliar-te com teu irmão; e, então, voltando, faze a tua oferta.
25 Entra em acordo sem demora com o teu adversário, enquanto estás com ele a caminho, para que o adversário não te entregue ao juiz, o juiz ao oficial de justiça,e sejas recolhido à prisão.
26 Em verdade te digo que não sairás dali, enquanto não pagares o último centavo.

            Concupiscência, adultério e divórcio
27 Ouvistes que foi dito: Não adulterarás.
28 Eu, porém, vos digo: Qualquer que olhar para uma mulher com intenção impura, no coração já adulterou com ela.
29 Se teu olho direito te faz tropeçar, arranca-o e lança-o de ti; pois te convém que se perca um dos teus membros, e, não seja todo o teu corpo lançado no inferno.
30 E se a tua mão direita te faz tropeçar, corta-a e lança-a de ti; pois te convém que se perca um dos teus e não vá todo o teu corpo para o inferno.
31 Também foi dito: Aquele que repudiar sua mulher, dê-lhe carta de divórcio.
32 Eu, porém, vos digo: Qualquer que repudiar sua mulher, exceto em caso de relações sexuais ilícitas, a expõe a tornar-se adúltera; e aquele que casar com a repudiada, comete adultério.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Irmãs Almeida cantando o hino Livre

Minha filha EVelyn louvando ao Senhor

Exercito Chama eterna/Barnabas